Quarta, 16 de Junho de 2021
75988012515
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Esporte poderá mediar acordo para destinar recursos a esporte paralímpico

Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpicos reclama que não está recebendo verbas a que teria direito

28/05/2021 14h02
21
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Ribeiro:
Ribeiro: "Não queremos que o atleta na ponta seja prejudicado” - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

A Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados deverá mediar um acordo entre o Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpicos (CBCP) e o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) para resolver um impasse relativo à transferência de recursos para o CBCP. A reclamação do presidente da entidade paralímpica, João Batista Carvalho e Silva, é que o comitê não está recebendo verbas que caberiam a ele, inclusive retroativas.

O assunto foi tema de uma videoconferência promovida nesta sexta-feira (28) pela Comissão do Esporte, sob a coordenação do deputado Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF). Do debate participaram João Batista Carvalho e Silva, e representantes do governo federal, mas não o CBC.

“Há uma situação não resolvida. Entrei em contato com o CBC e eles querem falar sobre o tema", avisou Ribeiro. "Depois a gente vê uma data que seja boa para todos, para que possa ser feita uma mesa redonda e todos tenham o direito de falar e tentar chegar a um denominador comum. Não queremos que o atleta na ponta seja prejudicado.”

No passado, era o CBC quem devia aplicar recursos oriundos de loterias em atividades paradesportivas. Essa responsabilidade foi retirada em outubro de 2020, após a criação do Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpicos, em julho do mesmo ano.

Conforme explicou João Batista Carvalho e Silva, porém, apesar de ter incluído o CBCP no Sistema Nacional do Desporto, a legislação vigente traz dispositivos que impedem a destinação de recursos à entidade.

Dinheiro na Caixa
O presidente do CBCP defende também que a entidade receba recursos de loterias que não teriam sido repassados pelo Comitê Brasileiro de Clubes para o esporte paralímpico e seguiram para contas de poupança.

Em 2019, segundo dados trazidos por Silva, cerca de R$ 83,5 milhões destinados ao fomento dos atletas paralímpicos estavam acumulados em contas da Caixa Econômica e do Banco do Brasil. Não existe entendimento se esse dinheiro, anterior à criação do CBCP, caberia à entidade de fato.

“É um embaraço. Não são só recursos a partir de outubro de 2020. São recursos anteriores também. Eles não pertencem ao CBCP, mas pertencem ao movimento do esporte das pessoas com deficiência”, defendeu Silva.

Também presente na videoconferência, o secretário nacional do Paradesporto da Secretaria Especial do Esporte, José Agtônio Guedes, defendeu um acordo sobre o assunto. “Temos essa dificuldade de entendimento da aplicabilidade da legislação. Os recursos estão em conta poupança. Precisamos resolver os recursos que serão destinados futuramente”, disse.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Salvador - BA
Atualizado às 19h21 - Fonte: Climatempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 29°

25° Sensação
9 km/h Vento
69% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (17/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Sexta (18/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio